Arquivo da tag: horta vertical

E A HORTA CONTINUA CRESCENDO…

Padrão

Queridos leitores,

hoje farei somente uma breve postagem para mostrar como a horta orgânica em garrafas PET tem crescido cada dia mais!

Também aproveito para deixar algumas pequenas dicas

Uma ótima dica (que descobri sem querer…) é plantar estas alfaces roxas:

Nelas vão brotando pequenos “galhos”. Aí, você pode ir cortando-os e, dessa forma, vai colhendo pequenos pés de alface sem ter que arrancar o pé inteiro. A planta rebrota em poucos dias sem que você precise substituí-la por uma nova muda. Veja no detalhe da foto os “galhos” que falei:

Outra hortaliça que cresce muito bem e que também pode ser podada (ao invés de arrancada), é a chicória.

Esta é a quantidade colhida de uns 4 pés de chicória:

E aqui está a quantidade colhida de 2 pés de alface roxa:

Estas são boas dicas pra quem mora em apartamento e quer plantar hortaliças, mesmo que em pequenos vasos! Toda semana tem uma boa quantidade de plantinhas pra você se deliciar. E o melhor: SEM AGROTÓXICOS!

Inté!

Anúncios

PAP – HORTA VERTICAL ORGÂNICA EM GARRAFAS PET

Padrão

Atendendo à pedidos!!!!…

Fotografei o passo a passo da minha hortinha vertical 100% orgânica. Agora, todos que tinham vontade de fazer uma dessas em casa, podem pegar as dicas que deixo aqui:

Os materiais utilizados para cada fileira de sete garrafas são:

– 7 garrafas PET todas da mesma cor (aqui usei verde) com tampinhas também de cores iguais (usei as pretas);

– 2 ganchos de metal e furadeira para pendurar as garrafas na parede;

– 1 cabo de aço para varal de, aproximadamente, 1,5 metro cortado ao meio para pendurar as garrafas;

– terra vegetal, terra orgânica e esterco curtido;

– mudas de hortaliças diversas – sugestões: alface, rúcula, chicória, espinafre, etc.

  • 1o passo – faça um corte quadrado ou oval em um dos lados da garrafa deixando, assim, o espaço suficiente em que a muda será plantada e cresça. Repita este passo em todas as garrafas que você for utilizar para plantar suas hortaliças:

Imagem

  • 2o passo – no lado oposto da garrafa faça furos (muitos) que servirão para que o excesso de água escorra:

Imagem

  • 3o passo – em cada uma das duas extremidades da garrafa faça um furo por onde será passado o arame que irá fixá-la na parede. Este mesmo furo deverá ser feito no lado oposto da garrafa, para que o arame vare a garrafa de um lado para o outro (o furo mostrado na foto é este próximo à tampinha da garrafa):

Imagem

  • 4o passo – na parede onde a sua hortinha será montada, fixe 2 ganchos de metal para cada fileira de garrafas à ser fixada. A distância entre os dois ganchos dever ser de, aproximadamente, um palmo. Em um dos ganchos, amarre a ponta do fio de aço para varal para começar a pendurar as suas garrafas:

Imagem

  • 5o passo – a outra ponta do arame deve ser passada pelos furos feitos em uma das extremidades da garrafa, começando pelo furo da parte de cima da garrafa (onde ficará a planta):

Imagem

  • 6o passo –  e saindo por baixo da garrafa (onde escorrerá o excesso de água):

Imagem

  • 7o passo – a garrafa deve ser então posicionada na altura a ser fixada (mais ou menos um palmo abaixo dos ganchos da parede):

Imagem

  • 8o passo – faça um nó no fio de aço de modo que a garrafa não escorregue e fique no local desejado:

Imagem

  • 9o passo – neste momento, a garrafa ficará assim:

Imagem

  • 10o passo – repita os passos 5, 6, 7 e 8 com as outras seis garrafas, deixando sempre em torno de um palmo de distância entre cada garrafa:

Imagem

  • 11o passo – neste momento, as garrafas estarão presas por uma de suas extremidades:

Imagem

  • 12o passo – o nó de finalização da última garrafa  deve ser reforçado:

Imagem

  • 13o passo – com o outro pedaço do fio de aço, faça um nó reforçado em uma das suas extremidades e passe-o pela garrafa (agora de baixo para cima):

Imagem

  • 14o passo – alinhe a última garrafa paralela ao chão e puxe o fio de aço até a altura da penúltima garrafa. ps: atenção para a técnica sofisticada de alinhamento com os pés!

Imagem

  • 15o passo – faça um nó no fio para que ele segure a garrafa na altura desejada e, então, passe-o para o outro lado:

Imagem

  • 16o passo – repita os passos 14 e 15 nas demais garrafas, até chegar na última (próxima aos ganchos), cuidando para que as garrafas fiquem sempre paralelas umas às outras:

Imagem

  • 17o passo – quando chegar na última garrafa, passe a extremidade do fio de aço pelo gancho livre e dê um nó bem forte:

Imagem

  • 18o passo – pronto! Agora suas garrafas já estão fixadas:

Imagem

  • 19o passo – agora é hora de preparar a terra e plantar suas mudinhas! Misture as mesmas proporções de terra vegetal, terra comum e esterco curtido:

Imagem

  • 20o passo – já que a ideia é reciclagem, utilizaremos este equipamento altamente especializado e desenvolvido especialmente para pegar terra e colocar nas suas garrafas (batizado de “pegador de terra”):

Imagem

Note que o tamanho do pegador de terra é exatamente o tamanho do orifício das garrafas. Deste modo, quase não cai terra para fora no momento em que você preenche as garrafas. Por isto, sugiro que vocês também o fabriquem e usem:

Imagem

  • 21o passo – plante as suas mudas de hortaliças. Minha sugestão é intercalar diversos tipos de hortaliças na mesma fileira de garrafas. Por exemplo: muda de alface roxa em uma garrafa, alface lisa em outra, escarola na outra, e assim por diante. Fica mais bonito na hora que as plantas crescem!

Imagem

E aqui está o resultado:

Imagem

Qualquer dúvida, podem comentar no post!

Inté!

HORTAS ORGÂNICAS – ÚLTIMAS FOTOS

Padrão

Hoje irei postar fotos atuais da minha horta orgânica vertical… O início de tudo você pode conferir clicando aqui!

Já comecei a cobrir outra parede (no canto esquerdo da foto):

Imagem

Imagem

As hortaliças que melhor se adaptaram às garrafas PET:

Alface roxa:

Imagem

Escarola (chicória):

Alface crespa:

Inté!

HORTAS ORGÂNICAS

Padrão

Após um longo período sem postar aqui no blog, volto com novidades…

Há algum tempo estou juntando garrafas PET para fazer uma hortinha orgânica vertical, que tem sido muito comentada na internet. Pois bem. Hoje vou postar as fotos do início dessa minha “empreitada” que tem dado muito certo e tem sido facílimo de manter. Espero que inspire as pessoas que nunca tiveram jeito com plantas (como eu) a reciclarem as garrafas e se alimentarem de maneira muuuito mais saudável: SEM ABSOLUTAMENTE NADA DE AGROTÓXICOS!

Na foto abaixo estão as sementeiras, feitas também em material reciclado (vasinhos de planta antigos e caixa de ovos). As sementes que plantei são aquelas compradas em supermercados mesmo e brotam super bem.

Image

DICAS:

As sementeiras devem receber somente o sol da manhã, pois as sementes são muito sensíveis ao sol forte, que pode queimá-las.

Segundo o pessoal da roça, as mudas não gostam de “dormir” molhadas, ou seja, devem ser regadas de manhã e no final da tarde, quando o sol estiver quase se pondo, mas nunca de noite.

Nesta próxima foto estão as mudas já transplantadas em garrafas PET. A intenção é cobrir todo o muro com a horta.

Image

DICAS:

Tive problemas com “pulgão”, uma praga que come todas as folhas! O pessoal da roça me ensinou a tomar algumas medidas que deram muito certo:

– deixar um pedaço de fumo de rolo de molho em uns 2 litros de água de um dia para o outro e borrifar esta água de fumo nas folhas;

– deixar uma cabeça de alho de molho em 10 litros de água e, no dia seguinte, misturar 1 colher de sopa de água sanitária e borrifar nas hortaliças;

– óleo de Neem (uma árvore de origem indiana). Pode ser comprado em floriculturas e mercados centrais e sua diluição é feita em água conforme as explicações do rótulo e também borrifada nas hortaliças.

O ideal é que estas borrifações sejam realizadas nos momentos mais frescos do dia.

Já testei todas e deram muito certo. O que tenho feito é intercalar as medidas, ou seja, uma vez por semana borrifo Neem, depois de uns 5 dias, água de fumo, e assim por diante.

A terra que estou usando peguei no sítio do meu tio e lá misturei esterco de vaca curtido.

Em casa tenho juntado pó de café usado (aquele que fica no coador e jogamos fora) e misturado à esta terra. As plantas crescem super bem com esta mistura de esterco e pó de café.

O muro onde ficam as garrafas com as hortaliças bate somente o sol da manhã, mas poderia bater o da tarde também, que não teria problema, pois as hortaliças gostam de muito sol. Já as mudas, só devem ser expostas ao sol da manhã, como eu disse anteriormente.

As garrafas pequenas também podem ser usadas para hortaliças que necessitam de pouco espaço, como a escarola, a cebolinha e a alface, como mostra a próxima foto:

Image

Este muro bate pouco sol, mas tem boa iluminação, e as plantas têm crescido bem.

A medida que minha hortinha for aumentando, vou postando aqui.

Espero que os inspirem a fazer em casa (e nos apartamentos também!).