DE BEM COM A VIDA E COM A CONSCIÊNCIA

Padrão

O Guia Instinto Verde visitou o 5º Festival Andando de Bem com a Vida e constatou alternativas de práticas mais saudáveis de consumo e convívio

por João Marcos Veiga

Sob a sombra das palmeiras imperiais, um grupo aguarda para experimentar uma sessão de quirofonética, prática terapêutica que busca promover o equilíbrio humano, já outro faz fila para canalizar energias através do reiki. A poucos metros dali, um senhor recebe explicações sobre como a pecuária gera diretamente 80% do desmatamento no bioma amazônico e é responsável por 18% das emissões globais de gases causadores do efeito estufa. No ponto oposto, ouvidos atentos para um jovem que contextualiza as principais utilizações de placas solares feitas de células fotovoltaicas. Já do lado de fora do jardim, jovens mulheres tiram os calçados para entrar na tipi-tenda Pachamama, semelhante a uma oca indígena. Ali dentro, elas discutem as “cartas do caminhado sagrado”, parto domiciliar e questões ligadas a feminilidade. O detalhe é que a tenda foi montada sobre o asfalto em uma das vias mais movimentadas de Belo Horizonte.

No último fim de semana, entre os dias 29 de junho e 01 de julho, a Praça da Liberdade e algumas ruas de seu entorno receberam o 5º Festival Internacional Andando de Bem com a Vida. O objetivo do evento é “multiplicar idéias que despertem a consciência através do reconhecimento de práticas e saberes culturais que visam a saúde tanto para o indivíduo quanto para a sociedade e o Planeta Terra”. E a proposta não ficou apenas no discurso subjetivo. Os 47 estandes montados na praça apresentaram uma diversidade de alternativas de consumo sustentável e de práticas que direcionam para um convívio mais saudável, espiritualizado e inteligente em nosso dia-a-dia. Com uma programação totalmente gratuita, o tom do encontro não foi de partidarismo ou catequização de ideologias, mas sim de liberdade para conhecer e experimentar.

A prática do reiki é aplicada gratuitamente nos participantes da feira

O universo feminino é discutido dentro da  tipi-tenda Pachamama

    A Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) convidava para a “segunda sem carne – descubra novos sabores”. Muitos estabelecimentos já aderem ao programa de oferecer um cardápio sem carne nesse dia da semana, como forma de estimular uma refeição mais saudável e condizente com os dilemas ambientais. Já o projeto Espiralixo ensinava como criar uma caixa digestora para transformar o lixo orgânico caseiro em adubo natural (húmus). Espaços ligados a universidades apresentaram novas tecnologias sustentáveis, ministraram oficinas e distribuíram mudas de árvores. Palestras de antroposofia, meditação, aulas de yoga e ensinamentos de Seicho No Ie propunham uma expansão da mente baseada em conhecimentos milenares. Técnicas de artesanato em grupo produziam belas e coloridas mandalas. Instituições e empresários trocavam experiências da agroecologia em uma feira com direto a showroom.

A artesã e astróloga Alexia ensina a fabricar o Olho de Deus – Si’kuli (olha a dona do blog sentadinha ali aprendendo!)

O festival, que acontece anualmente, também oferece um agradável espaço de convivência. Famílias, namorados e amigos curtiam a tarde de outono experimentando deliciosos salgados integrais e fazendo compras de alimentos orgânicos. Durante todo o dia, uma programação musical trouxe shows de artistas compromissados com a temática do evento, como Marcus Viana e Gabriel Guedes.

No espaço do Centro de Estudos Védicos e Bhakti-Yoga Hare Krisna, cantos e palavras sagradas eram evocados pelos praticantes, que portavam vestimentas de cores fortes e tocavam instrumentos típicos, como o bhajan. A palavra “mantra” significa ‘mente” (man) e “libertação” (tra).  A variedade de estilos, roupas e comportamentos tanto do público quanto dos responsáveis pelos estandes deixava claro que não existem regras a serem seguidas, mas sim uma urgência de se discutir os rumos da existência em sociedade.

As tendas de quitutes venderam produtos vegaganos e orgânicos, tais como sucos com leite de arroz e agave e esfirras integrais de folhas verdes e castanhas. Tudo uma delícia!

O Guia Instinto Verde verificou no encontro que um comportamento mais consciente já não está mais fadado à resistência e ao isolamento. Através do 5º Festival Internacional Andando de Bem com a Vida é possível ver a existência de grupos que se articulam, contestam modos dados como únicos pelo capitalismo e apresentam alternativas ao alcance de todos (um marmitex de comida vegetariana e um site que permite escolher e receber verduras e frutas orgânicas em uma cesta na comodidade de sua casa) . Passeando pela praça mais famosa de BH, constatamos que a liberdade caminha lado a lado com a responsabilidade, seja na hora de se alimentar, se deslocar ou escolher um estilo de vida.

* Acesse o site do festival e conheça melhor as instituições, ONGs, empresas e grupos ligados ao evento.

Anúncios

»

  1. Poxa, Diana, que beleza de texto e fotos, parabéns!!
    Queria que amanhã começasse um festival desses em Guaxupé, em vez da Expoagro. Mas cada um com sua cultura, né? Me sinto um peixe fora d’água… Que delícia foram suas férias em BH, hein!! Vc fez falta na festa junina dos Salomão. Vamos nos encontrar pra bebericar e colocar papos em dia? beijos (ah, compartilhei sua post, não teve jeito)

    • Nossa, Sheiloviski, expoagro não combina com o Guaxupé que a gente nasceu, né???
      Mas pode ter certeza de que mais rápido do que a gente pensa esse “modo de vida” vai chegar até nós. É questão de sobrevivência ser sustentável, né?
      Bjos e obrigada pela força no blog!

  2. Di, que delícia!!! Faço das palavras da Sheilokinha as minhas. Ia parar minha semana pra conhecer cada cantinho… Da leveza só de olhar. Post 10!!!
    Muito gostoso!
    Mais um “motivo”, dos bons que me levaria pra BH, rsrs…
    Grande beijo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s